Com testagem em massa, Lençóis Paulista se aproxima de Bauru em casos de Covid-19

Mesmo sendo mais de cinco vezes menor, cidade de quase 70 mil habitantes tem 309 casos, apenas 3 casos a menos que o maior município do centro-oeste paulista.

Em coletiva, prefeito reforçou apelo por isolamento social.

Entrevista coletiva na Câmara de Lençóis Paulista apresentou quadro da pandemia na cidade Prefeitura de Lençóis Paulista/Divulgação A opção de Lençóis Paulista (SP) de fazer testagem em massa de seus moradores como estratégia de enfrentamento da pandemia de coronavírus criou uma situação inusitada nesta terça-feira (2).

Durante a tarde, quando anunciou 33 novos diagnósticos positivos, Lençóis Paulista, cidade de cerca de 70 mil habitantes, chegou a ultrapassar o número de casos de Bauru, cidade vizinha que, com cerca de 380 mil habitantes, tem mais de cinco vezes a população de Lençóis Paulista. No fim da noite, Bauru atualizou seu quadro de coronavírus com 17 novas notificações positivas e voltou à liderança geral do centro-oeste paulista, com três casos a mais em relação a Lençóis Paulista (312 a 309).

Nesta terça-feira, Bauru recebeu 15 mil testes rápidos para Covid-19 e ainda vai definir o público-alvo dos exames. Acompanhe ao VIVO as últimas notícias sobre o coronavírus na região. Em entrevista coletiva na tarde desta terça-feira, o prefeito de Lençóis Paulista, Anderson Prado, apresentou os números da pandemia na cidade e destacou que a grande quantidade de casos era fruto da disposição da cidade em testar seus moradores.

O prefeito fez um comparativo com outras cidades com população bem maior, mas que até o momento testaram menos pessoas.

Além disso, grandes empresas da cidade também fazem testes em massa em seus funcionários. “Não estamos em uma disputa, mas é preciso que a população entenda a necessidade de se precaver”, disse o prefeito. Apesar do alto número de casos positivos, a prefeitura informou que a taxa de ocupação dos leitos de UTI existentes em Lençóis Paulista é tranquila.

Nesta terça, segunda a prefeitura, 100% dos leitos para pacientes com a Covid-19 estava livre e que dos 20 leitos de enfermaria, 12 estavam ocupados. Apesar disso, Prado alertou sobre a necessidade de que todos tenham atenção redobrada às normas de isolamento neste período de flexibilização das atividades.

Segundo ele, o processo acontece seguindo critérios técnicos, mas que somente com o auxílio da população a cidade poderá avançar à próxima fase. Lençóis está na fase 3 do Plano São Paulo, que permite abertura bares e restaurantes, mas por enquanto apenas os de menor porte.

“Infelizmente os grandes restaurantes não estão autorizados a abrir nesta semana, mas a partir da próxima segunda-feira (8), se os números ajudarem na avaliação, isso poderá ser revisto”, disse. Plano do governo de São Paulo para flexibilização da quarentena Governo de São Paulo/Divulgação Ricardo Conti, secretário de Saúde, falou sobre o Censo Covid-19, que foi lançado na sexta-feira, dia 29 de maio, pela secretaria local, pelo qual realizará de forma aleatória, nos bairros, 998 testes em cada uma das suas três fases, para mapear a disseminação da doença na cidade.

Por isso pediu a colaboração da população, afirmando que é tudo muito simples: “é um teste rápido, demora só 15 minutos”. Lençóis Paulista registra alta de casos após testagem em massa em funcionários Veja mais notícias da região no G1 Bauru e Marília. Initial plugin text
Categoria:SP - Bauru e Marília