Sistema de Esgotamento Sanitário começa a funcionar em Gravatá

Sistema deve beneficiar cerca de 30 mil pessoas.

Nesta terça-feira (2), na cidade de Gravatá, no Agreste de Pernambuco, foi entregue o novo Sistema de Esgotamento Sanitário (SES), por meio da Compesa, beneficiando 30 mil pessoas.

O projeto recebeu a implantação de uma Estação Elevatória de Esgoto e uma Estação de Tratamento de Esgoto com um sistema de desinfecção ultravioleta que trata os resíduos e os devolve à natureza.

A unidade possui capacidade de tratamento de 136 litros por segundo de esgoto. A presidente da Compesa, Manuela Marinho, avalia o impacto da obra especialmente no momento em que todo o Estado segue mobilizado no combate à pandemia da Covid-19.

“A entrega do novo sistema de esgotamento de Gravatá é uma conquista da população que ganha um significado ainda maior nesse período de enfrentamento do coronavírus”, ressalta Manuela. Por meio do Programa de Saneamento Ambiental da Bacia Hidrográfica do Rio Ipojuca (PSA Ipojuca) o novo sistema de esgotamento está contribuindo para o processo de despoluição do Rio Ipojuca.

Internamente, a irrigação do cinturão verde e gramado da estação de tratamento de esgoto (ETE) é realizada com o aproveitamento da água obtida do tratamento do esgoto a partir de um sistema de irrigação automatizado.

Categoria:PE - Caruaru e Região